sexta-feira, 29 de maio de 2009

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 7 (final)



"Quem é esse Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra. Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é esse Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos, ele é o Rei da Glória." Sl 24:8-10

Com esta passagem final do Salmo 24, concluo hoje a série "Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude".

Só tenho a agradecer a Deus. Tudo começou na noite de 23 para 24 de maio, quando após ter lido um versículo do referido salmo, sem querer, acabei escrevendo no pãozinho de hoje* o primeiro versículo, me levando a ler todo o Salmo 24. Cri então, que a direção que o Senhor estava me dando era de lê-lo e escrever sobre o mesmo durante toda a semana. Foi um desafio para mim: dedicar período(s) no dia para escrever, duvidar em alguns momentos que eu iria me manter firme no propósito, ter conteúdo para disponibilizar, ter de fazer todo o artigo do dia 29 novamente, após uma falha no sistema do blogger, que aparentava estar salvando o post, porém, todas alterações foram perdidas e eu não havia registrado nada em papel... mas, o Senhor foi comigo em cada batalha e a guerra foi vencida. Oro ao Senhor para que todo irmão que acompanhou esta série tenha sido edificado e todo aquele que irá ler seja fortalecido na fé e que venha a tomar a posse de que está assentado nos lugares celestiais com o Cordeiro que foi morto mas ressuscitou, e que é mais que vencedor (Rm 8:37) e aqueles que não O conhecem possam saber que Jesus Cristo é o Rei da Glória e que tudo foi criado por Ele e para Ele. Aleluia e Amém!

"Ó SENHOR, Deus Todo-Poderoso, não há ninguém que tenha tanto poder como tu! Em todas as coisas, tu és fiel, ó SENHOR! Tu dominas o Mar poderoso, tu acalmas as suas ondas furiosas. Esmagaste o monstro Raabe** e o mataste; com a tua grande força, derrotaste os teus inimigos. O céu é teu, e a terra é tua; tu criaste o mundo e tudo o que nele existe." Sl 89:8-11 (NTLH)


* pedacinho de papel preso por um imã na porta da geladeira, a qual fica na cozinha de minha casa, que sempre contém uma passagem bíblica para ser meditada durante o dia (uma espécie de "texto do dia" para mim, os da minha casa e para quem quiser compartihar dele) e que acabou se tornando um dos marcadores (categorias) deste blog.

** referência ao Egito. Esse nome evocava para os israelitas a figura de um monstro antigo, no qual estavam representados simbolicamente todas as potências inimigas de Deus. Cf. Bíblia de Estudo Almeida, 1999(Leia: Jó 9:13; 26:12; Is 51:9)


Pause o player de música no canto superior direito do blog para poder assistir, sem conflito de aúdio, o clip com a música Rei da Glória, com Daniel Souza e Asaph Borba, abaixo:




Veja também:

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6 

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 6



"Levantai, ó portas as vossas cabeças; levantai-vos ó entradas eternas e entrará o Rei da Glória." Sl 24:7

Levantem as vossas cabeças portas eternas ou, ainda, portas muito antigas. Neste estribilho, o salmista se dirige, em forma poética, às portas de Jerusalém, as quais, apesar da sua grandeza e amplitude, não bastam para dar passagem ao Senhor, o Rei da Glória (Conforme Bíblia de Estudo Almeida, 1999).

Quão glorioso, maravilhoso, explendoroso e majestoso foi o dia em que os portais eternos foram abertos para a entrada do Rei da Glória! Fico imaginando os anjos, arcanjos, querubins e serafins em festa! Creio que foi o momento mais esperado pelo Pai. Foi sua grande alegria ter de volta seu Unigênito após vê-lo ser insultado, maltratado, ferido e moído pelas nossas iniquidades (Is 53:5-6). Toda a dor do Pai de ter visto o Filho absorvendo todas as nossas maldições, pecados e até enfermidades foi consolada. Toda a dor do Filho de ter sido separado do Pai por se tornado imundo aos olhos dEle por causa de mim, de você e de toda a raça humana foi transformada em regozijo por estar de retorno à casa do Pai.

Era mais do que merecido. Jesus foi obediente em todas as coisas e teve por merecido ter de volta toda sua majestade e toda a sua glória. Aleluia!

"Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte - morte de cruz. Por isso Deus deu a Jesus a mais alta honra e pôs nele o nome que é o mais importante de todos os nomes, para que, em homenagem ao nome de Jesus, todas as criaturas no céu, na terra e no mundo dos mortos, caiam de joelhos e declarem abertamente que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus, o Pai." Fp 2:5-8 (NTLH)

Veja também:

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 5



"Tal é a geração daqueles que o buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó." Sl 24:¨6

Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) diz assim: "São assim as pessoas que adoram o Senhor, que prestam culto ao Deus de Jacó."

Assim como? Já vimos anteriormente, no versículo 4 do Salmo 24, quais são essas pessoas: aquele que é correto no agir, limpo no pensar, que não adora ídolos, nem faz promessas falsas.

Esses são os verdadeiros adoradores, que se afastam do mal, para se aproximarem da face do Senhor, que O adoram em espírito e em verdade. São estes que o Pai, em contrapartida, busca. (Jo 4:23).

Trata-se de uma nova geração (At 17:28), não uma geração qualquer, mas uma geração escolhida, eleita por Ele, como diz em I Pe 2:9: "Vós, porém sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz."

Uma geração que Jesus comprou com seu precioso sangue vertido numa maldita cruz, se fazendo maldição em nosso lugar, pagando um alto preço para que hoje pertençamos unicamente a Ele.

Veja também:
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 4



"Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente. Este obterá do Senhor a bênção e a justiça do Deus da sua salvação" Sl 24:4-5

Será abençoado, salvo e declarado inocente no julgamento do Senhor todo aquele que:

- é limpo de coração: aquele que é correto nos seus atos, no seu agir.

- é puro de coração: aquele que é sincero, sem malícia, sem hipocrisia para com Deus e com o próximo.

- não entrega sua alma à vaidade: na tradução Revista e Atualizada de João Ferreira de Almeida, o termo empregado é falsidade. Em hebraico, falsidade significa o que é vago ou vão e, portanto, falso ou enganoso (Ex 23:1; Jó 15:31). Nos salmos e nos escritos proféticos, é aplicado aos ídolos pagãos por serem deuses "vãos" ou vazios (Is 44:9; Jr 10:3, I Co 8:4, I Ts 1:9 (Conforme Bíblia de Estudo Almeida, 1999).

- não jura enganosamente: o que não faz promessas falsas. (Mt 5:37)

A Jesus pertence todo o julgamento (Jo 5:22). Não há como escapar daquele que sonda as mentes e os corações (Ap 2:23) e um dia todo joelho se dobrará e toda língua irá confessar que Ele é o Senhor para a glória de Deus Pai (Fp 2:9). Portanto, necessário se faz ser santo porque o Senhor é santo (I Pe 1:16).

Veja também:
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1  
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 3



Quem subirá ao monte do Senhor? Quem estará no seu lugar santo?

O monte do Senhor: A colina de Sião, considerada como lugar que Deus escolheu para habitar nele, conforme está escrito no livro de Salmos, capítulo 132, versículos 13 a 18:

"Porque o SENHOR escolheu a Sião; desejou-a para a sua habitação, dizendo:
14 Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei.
15 Abençoarei abundantemente o seu mantimento; fartarei de pão os seus necessitados.
16 Vestirei os seus sacerdotes de salvação, e os seus santos saltarão de prazer.
17 Ali farei brotar a força de Davi; preparei uma lâmpada para o meu ungido.
18 Vestirei os seus inimigos de vergonha; mas sobre ele florescerá a sua coroa."


Sabemos que monte é um lugar alto e que exige do homem esforço para subir.
O reino de Deus também exige esforço de nós, discípulos do Senhor:

“Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele”. (Mt 11:12)

Jesus, no sermão do monte, disse que teríamos inimigos, aflições, sofreríamos perseguições, maltratos, injustiças, etc. Disse também que deveríamos tomar a cruz e renunciar a tudo (Mc 8:34, Lc 14:33).Se tivermos a convicção de que existe um precioso tesouro no cume deste monte, de que existe um Deus que do alto nos vê, ainda que com os olhos humanos não consigamos o enxergar, e que está conosco todos os dias (Mt 28:20), teremos condições, com ajuda do Espírito Santo que nos santifica, de superarmos todos os obstáculos interpostos nessa caminhada e estarmos no lugar santo com o Deus Todo-Poderoso que é Senhor sobre toda a terra e sobre tudo que nela há. Aleluia!

Veja também:


Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude, parte 2



"Pois ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre as águas."

Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), a tradução deste segundo versículo do Salmo 24 é a seguinte:
"O Senhor construiu a terra sobre os mares e pôs os seus alicerces nas profundezas do oceano."

Os antigos hebreus imaginavam o mundo como uma massa de terra seca assentada sobre os alicerces ou colunas que se afundavam nas profundezas do grande oceano subterrâneo (conforme Bíblia de Estudo Almeida, Sociedade Bíblica do Brasil, 1999).

Mas será que a terra está realmente firmada sobre as águas?
Em Jó 38:6, Deus faz a seguinte pergunta a Jó:
"Em cima de que estão firmadas as colunas que sustentam a terra?" (NTLH)

Jó não soube responder esta e outras tantas perguntas que o Senhor lhe fez (leia Jó, capítulos 38,39 e 40:1-5). Mas hoje nós podemos responder e a resposta é: Da palavra. Sim, é a palavra de Deus, a palavra do seu poder, esta mesma palavra é que sustenta não somente a terra mas todo o universo.

Louvada seja a sua poderosa palavra, sua gloriosa palavra. Obrigado Senhor pelo privilégio da revelação que hoje nos é possível desfrutá-la através de Jesus. Aleluia!

"Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo. Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas." Hb 1:1-3

Fonte da imagem: http://www.historiasbiblicas.advir.com

Veja também:


Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 1
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7

domingo, 24 de maio de 2009

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude


1 Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e todos os que nele habitam;
2 pois ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre as águas,
3 Quem subirá ao monte do Senhor? Quem estará no seu lugar santo?
4 Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente.
5 Este receberá do Senhor a bênçao e a justiça do Deus da sua salvação.
6 Tal é a geração daqueles que o buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó.
7 Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.
8 Quem é esse Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra.
9 Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.
10 Quem é esse Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos, ele é o Rei da Glória.



Hoje, de madrugada, estava escrevendo o texto do dia (era pra ser o versículo 8 do salmo acima descrito, porém, sem querer, escrevi o versículo 1 do referido salmo e isto me levou a ler o salmo por completo. Senti no coração meditar nele esta semana e publicar trechos dele a cada dia. Então, começo agora pelo versículo 1:

"Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e todos os que nele habitam."


Todo o planeta Terra pertence a Deus. E toda a sua totalidade. Isto inclui: a flora, a fauna e todos os seres humanos. E por que pertencem ao Senhor?
Simplesmente porque foi Ele quem criou. (Leia Gn 1:1-31; Gn 2:1-4 e Cl 1:15-17


Veja também:

Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 2
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 3
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 4
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 5
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 6
Salmo 24 - Do Senhor é a terra e a sua plenitude - Parte 7



Quem quiser compartilhar comigo, é só clicar em "comentários" abaixo.

terça-feira, 19 de maio de 2009

As cinco características de um discípulo

Chegamos ao fim da votação da enquete "Qual o termo mais usado na bíblia para definir um seguidor de Jesus Cristo?". E obtivemos o seguinte resultado:

- 60% respondeu discípulo
- 20% respondeu cristão
- 20% respondeu crente

Foram feitas também 03 (três) perguntas baseadas no tema acima. Como ninguém se aventurou em respondê-las, eu me aventuro (rs):

- O termo mais usado para definir um seguidor de Jesus Cristo?

Discípulo é certamente o termo mais usado para definir aquele que segue a Jesus Cristo, haja vista que este termo aparece na bíblia por 260 (duzentos e sessenta) vezes.

- Como você definiria este "seguidor"?

Respondida então a primeira pergunta, este seguidor então (discípulo), é aquele que voluntária e conscientemente após se arrepender de todos os seus pecados, é batizado, recebe o senhorio de Jesus Cristo e não vive mais para fazer a sua vontade e sim a de Deus.

- Quais são as características deste "seguidor"?
Podemos observar no Novo Testamento 05 (cinco) características evidentes em um discípulo:
1ª - ama a Jesus mais do que a todos (Lc 14:25-27);
2ª - renuncia a tudo quanto tem (Lc 14:33);
3ª - pratica a palavra de Cristo (Jo 8:31);
4ª - ama a todos como Jesus amou (Jo 13:34-35);
5ª - dá fruto (Jo 15:8).

Agradeço a todos que participaram e, para quem ainda não assitiu, clique aqui e assista ao vídeo que trata sobre o tema (2'38" min).

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Quais são as características de um seguidor de Jesus Cristo?




Você sabe responder estas perguntas:

- Qual o termo mais usado para definir um seguidor de Jesus Cristo?

- Como você definiria este "seguidor"?

- Quais são as características deste "seguidor"?

Saiba quais são estas características assistindo ao vídeo abaixo:

quarta-feira, 6 de maio de 2009

As gloriosas riquezas que Deus tem pra oferecer



"E o meu Deus, de acordo com as gloriosas riquezas que ele tem para oferecer por meio de Cristo Jesus, lhes dará tudo o que vocês precisam." Fp 4:19

Quais são as gloriosas riquezas que Deus tem pra oferecer?
Você é capaz de enumerá-las?
Como Ele nos oferece estas riquezas?

Este é o texto de hoje que gostaria que você meditasse, respondesse estas perguntas e participasse postando sua opinião. Pra enriquecer ainda mais sugiro que você envie um e-mail pra cada cristão conhecido seu, pedindo que acesse aqui e também participe. O que você acha? Será que tendo esta atitude não estaríamos "aprendendo a enriquecer"? Ou você prefere ficar na pobreza de continuar enviando e-mails muitas vezes "pobres" que não acrescentam nada a sua vida cristã? Vai aceitar o desafio? Então a hora é agora.


“Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente como também estais fazendo” (I Ts 5.11).

nRelate - Posts Only